11 97194-4184 [email protected]
escolhendo o guarda roupas das roupas da casa

escolhendo o guarda roupas das roupas da casa

Quando falamos em armários das roupas da casa, vem em mente aquele monte de toalhas de banho jogos de lençóis  sem pares e peças completas e tudo misturado, que em praticamente  toda casa tem em  quantidade superior ao necessário, e claro, isso gera bagunça e falta de espaço.

Vamos começar eliminando os exageros.

Considere  ideal no  MÁXIMO três jogos de lençóis e 03 jogos de toalhas de banho para cada cama e membro da família.

Se pretende renovar ,  opte pelo sistema de hotéis, escolhendo uma cor para tudo, e identificando cada peça com o nome do membro da família e o quarto a qual pertença a peça.

Há também o sistema de ORGANIZAÇÃO por cores. Eu particularmente acho mais “simpático” e eficiente, as cores minimizam o caos, veja o  porque.

Escolha uma cor para cada cama da casa.

Veja:

QUARTO CASAL:  tons de beje  com estampas florais. Use o mesmo princípio para as toalhas de banho.

As estampas ficam para ELA e as lisas para ELE  ( borde as iniciais do nome de cada um).

QUARTO RAPAZES:  azul pastel com estampas geométricas para os lençóis e toalhas de banho e rosto.

 QUARTO MENINAS: Rosa será sempre a indicação, porém podemos trabalhar também com o lilás, amarelo, verde, sempre em tons pasteis

Os tons  pastéis  remetem ao frescor e lavar diversas vezes não compromete as cores, más não exagere no amaciante de roupas,  eles estragam as fibras das toalhas.

QUARTO DE HÓSPEDES: use  branco.

Com  essa definição de cores para cada cama e membro da casa,  todos  da família e também os empregados conseguem identificar a quem pertencem, sem contar que fica mais fácil montar os jogos de lençóis.

Guarde as  as fronhas  dentro da dobra do lençol, pois na hora de “vestir” a cama, já está tudo junto e fácil.

No roupeiro,  podemos  organizar de duas maneiras: SEPARAR POR QUARTOS ou POR ITENS : toalhas de banho, toalhas de rosto, toalhas de lavabo, lençol solteiro, lençol casal.

roupeiro 2

Faça todas as dobras iguais e de  preferência do mesmo tamanho,  isso ajuda e melhora a organização. O efeito visual é confortante.

Cestas podem ajudar para guardar pequenos itens como:  água de lençol, sabonetes perfumados e  toalhas de lavado.  Se  optar por cestas em vime, prefira as forradas para não correr o risco de desfiar alguma peça.

Itens como tapetes de banheiro e panos de limpeza, devem ficar sempre na prateleira mais baixa, próxima ao chão.

Peças pesadas como colchas e edredons, podem ficar na parte superior. Use cintas para mantê-los sempre dobrados.

 

“Já arrumar seu quarto!”

“Já arrumar seu quarto!”

   caixas vime1

No quarto dos pequenos encontramos tudo e mais um pouco: roupas, lápis, cadernos, brinquedos, bichos de pelúcias e quase todos os dias, para não dizer TODOS, nos deparamos com aquela bagunça.

Uma boa organização inteligente e criativa é a chave para a manutenção da ordem. Quando definimos onde guardar cada objeto, roupa e brinquedo, criamos condições para que a criança possa ela mesma “cuidar” das suas coisas e assim a cobrança se torna válida. Não é justo cobrarmos por organização se não proporcionamos,  ensinamos métodos e formas para que isso seja possível, pois a organização não é um fato isolado, é um exercício constante e que requer disciplina.

Móveis versáteis que possibilitam a guarda dos objetos ao alcance dos pequenos resultam na possibilidade de quando tiverem idade suficiente, possam colaborar com a arrumação.

Cestos são super indicados para a guarda dos brinquedos: Podem ser de vime, tecido ou  os de plásticos com tampas para os objetos  pouco manuseados. img32m

Baús também são  peças colaboradoras na hora da organização, permitindo a guarda das roupas de cama e ainda pode-se aproveitar a tampa para servir de banco,  colocando uma bela e colorida  almofada sobre ele.

É  importante verificar se os bichos de pelúcias são laváveis e na hora de dormir, incentive as crianças a colocá-los no cesto de brinquedos para também “dormirem”. 

Uma estante é ideal para a guarda de livros (revisteiros também são  indicados). Canetas e lápis podem sim ficar em copos ou potes  decorativos para que não  se espalhem pelo quarto. Assim,  já começam a ter cuidado com o material escolar e a valoriza os livros.

Caixas organizadoras podem servir para a  guarda de  fotos, trabalhos escolares, roupas que não amassem, roupas de outras estações. Não  esqueça de etiquetá-las para identificar  seu conteúdo, ou se preferir,  coloque fotos para os pequenos que ainda não saibam ler.

“Crianças organizadas tornam-se adultos seguros”. 

Um abraço!

Fernanda Piva 

 

E vc? ajuda seus filhos na organização? Conta pra gente?

 

 

 

 

 

Temperos fresquinhos!!!

Temperos fresquinhos!!!

painel_horta_vertical_simples_110x50_h01a

Mantenha um cantinho mesmo que reduzido para  cultivar seus próprios temperos fresquinhos, veja algumas dicas!!

Escolha um lugar com bastante incidência de luz, em média de 3 a 4  horas por dia de sol. Use terra arenosa que não deixa a água escorrer. Afofe a terra e deixar o solo bem solto também é muito importante, e cubra com cascas, pedras ou folhas secas.

O manjericão e a hortelã  precisam de um vaso fundo e não o coloque com outras plantas. Pimentas, capim-cidreira e alecrim precisam também de vasos fundos. Já as jardineiras podem acomodar salsinha, cebolinha, coentro, tomilho e orégano e podem ser cultivadas duas dessas ervas juntas.

Antes de regar coloque o dedo na terra e verifique se está úmida. Algumas espécies precisam de regas diárias; outras, até duas vezes por dia. A terra deve estar levemente úmida, nunca encharcada.

A poda é feita no próprio uso das ervas. Para a salsinha e cebolinha, a recomendação é deixar a largura de um dedo rente ao solo. Para o manjericão  e o alecrim é recomendável usar tesoura de poda e, de quatro em quatro meses, em média, cortar alguns galhos. Isso ajuda a fortalecer sua hortinha.

Ao perceber que as plantas começam a exibir mau aspecto, chegou a hora de replantar, retire a terra antiga e coloque nova.

Com as folhas secas que caem na terra funciona como substrato por isso não as tire.

Ao replantar as ervas adicione compostos orgânicos.

Fonte: Vida simples – editora Abril.